Produto adicionado com sucesso!
Uma empresa acostumada a enfrentar e vencer desafios, responsável por algumas das grandes revoluções que influenciaram decisivamente no desenvolvimento e expansão do comércio baiano. Assim é a CASAS RUAS, que acaba de estabelecer um novo parâmetro na história de sua consolidação como a primeira do estado em seu ramo de atividade. Uma das maiores revendedoras de pisos e revestimentos sintéticos do Norte-Nordeste, essa cadeia de lojas de varejo começa a trazer dos Estados Unidos, Europa e América Latina o que há de mais avançado no mundo em matéria de pisos e revestimentos. Além de revestimentos nacionais  e importados, a CASAS RUAS, que teve sua origem fincada como firma especializada em brins e casimiras, mantém atualmente à disposição dos clientes uma diversificada linha de produtos que vão do ilhós ao tecido emborrachado, da cola de sapateiro às persianas e cortinas, passando pelos materiais para estofamentos, serigrafia, couro, plásticos, papéis de parede, carpetes, espumas e mais de 3000 itens.
Para contar a saga da Família Ruas – portugueses que desembarcaram na Bahia no início do século, trazidos pela iniciativa ousada de um menino de 13 anos – foi desenvolvido este site. Uma história de rara coragem e extraordinária visão comercial, temperada com muito amor pelo trabalho, muita luta e por um magistral toque de marketing de oportunidades, surpreendente até mesmo para os dias atuais.

Saiba mais sobre nós


Uma empresa acostumada a enfrentar e vencer desafios, responsável por algumas das grandes revoluções que influenciaram decisivamente no desenvolvimento e expansão do comércio baiano. Assim é a CASAS RUAS, que acaba de estabelecer um novo parâmetro na história de sua consolidação como a primeira do estado em seu ramo de atividade. Uma das maiores revendedoras de pisos e revestimentos sintéticos do Norte-Nordeste, essa cadeia de lojas de varejo começa a trazer dos Estados Unidos, Europa e América Latina o que há de mais avançado no mundo em matéria de pisos e revestimentos. Além de revestimentos nacionais  e importados, a CASAS RUAS, que teve sua origem fincada como firma especializada em brins e casimiras, mantém atualmente à disposição dos clientes uma diversificada linha de produtos que vão do ilhós ao tecido emborrachado, da cola de sapateiro às persianas e cortinas, passando pelos materiais para estofamentos, serigrafia, couro, plásticos, papéis de parede, carpetes, espumas e mais de 3000 itens.
Para contar a saga da Família Ruas – portugueses que desembarcaram na Bahia no início do século, trazidos pela iniciativa ousada de um menino de 13 anos – foi desenvolvido este site. Uma história de rara coragem e extraordinária visão comercial, temperada com muito amor pelo trabalho, muita luta e por um magistral toque de marketing de oportunidades, surpreendente até mesmo para os dias atuais.
 
1901: Imigrante português desembarca de cargueiro na Bahia
 
Numa época em que o desafio americano representa o sonho de sucesso e riqueza para quem se dispõe a trabalhar duro, desembarca em Salvador o garoto Antônio Ruas Gaspar, 13 anos movido pela idéia de êxito em terras brasileiras. Nascido a 25 de setembro de 1888, em Alverca da Beira, no distrito de Guarda, Portugal, filho primogênito de uma família de lavradores, o menino não traz recursos para manter-se por muito tempo sem trabalhar. Carrega, junto com a pouca bagagem, o sonho de estabelecer-se e prosperar, e de um dia poder trazer para junto de si a família que ficara em Portugal. Precisa trabalhar, e tem pressa. Começa a procurar emprego no comércio. Assim, se inicia a saga da Família Ruas na Bahia. 80 anos de uma história de luta e sucesso.
Com o primeiro emprego na loja Bahia e mais tarde na Casa Novaes, o menino - observador e atento - aprende o ofício de vender. Descobre sua verdadeira vocação: fazer negócios. Cresce, torna-se senhor de si. Surgem as primeiras ofertas de sociedade, todas sabiamente recusadas. Em dezembro de 1921, com o título de "Especialista em Brins e Casimiras", é fundada a primeira  Casas Ruas, na Rua Álvares Cabral, 11, Comércio, com a razão social de A. Ruas Gaspar. A loja vende também outros importados e aviamentos para alfaiates. Antonio Ruas Gaspar realiza seu primeiro sonho: de empregado a dono do seu próprio negócio.
 
 
Português desbravador manda buscar irmãos de Além Mar
 
Ferve a Europa diante da 2º Guerra Mundial. A Espanha mergulha em guerra civil. A situação política e econômica de Portugal absorve as sombras de um pesadelo. As perspectivas não são das melhores. No entanto, nas bandas de cá do globo, a loja de brins e casimiras prospera e influencia a moda na Bahia nas décadas de 30 e 40. Antônio, sempre atento a tudo que ocorre no outro lado do Atlântico, manda buscar em Portugal primeiro seu irmão Francisco, tornando-o seu sócio, e, posteriormente, traz seu outro irmão, Júlio, passando dai em diante a razão social para Ruas & Cia Ltda. Antônio Ruas Gaspar realiza seu segundo sonho.

O final da II Guerra Mundial, em 1945, marca também a entrada da segunda geração dos Ruas no comércio de Salvador. São tempos de efervescências e oportunidades para quem tem competência e garra. A essa altura os filhos do pioneiro Antônio já haviam aprendido o ofício com o pai e buscam seus próprios espaços. Carlos e Jayme passam pela Soutomaia e Valério Tecidos. Joaquim, em busca de melhores neg6cios, acaba indo trabalhar com o tio Francisco na Gagliano & Ruas Cia Ltda. Como o sócio Carlos Gagliano tinha outras atividades extra empresa, Joaquim assume a direção, e mais tarde, devido a desentendimentos com Gagliano, Francisco se afasta e Jayme, que ainda trabalhava na Soutomaia, vem ocupar o lugar do tio. Em março de 1958 Joaquim e Jayme, embora possuindo mais de 65% do capital da empresa e 85% dos haveres, resolvem sair da sociedade e fundam, em 15 de maio de 1958, a Ruas Couros & Peles Ltda. A semente da estratégia plantada pela sabedoria do "velho" Ruas começa a funcionar como uma orquestra. 0 mercado baiano, surpreendido pelo declínio das importações de tecidos, devido à alta dos custos, leva os Ruas a buscar uma alternativa que segmente o mercado e 1hes assegure a hegemonia, a médio prazo, do setor.
 
 
Revolução da "ROUPA PRONTA" desafia visão empreendedora dos Ruas
 
Com o declínio do comércio de tecidos importados, avança no mercado a "revolução da roupa pronta". É o tempo da produção em série, quando começa a mudança de hábito de comprar o pano e mandar confeccionar. Neste ínterim o comércio de couros e peles passa a ter uma participação dominante no mercado, onde o couro era utilizado muito em roupas e cintos, sendo o único concorrente para o tecido. 0 sucesso e a liderança neste novo mercado foram comprovados com a construção, em 25 de março de 1962, de sua sede própria – um prédio de 3 andares, no Taboão, onde se localiza até hoje sua matriz. Vem a "Aliança para o Progresso" e o mercado vê-se, de repente, invadido por produtos americanos, principalmente derivados de petróleo. É o tempo do nylon, plásticos e tecidos sintéticos, os quais, com seus preços baixos, começaram a fazer frente ao mercado do couro. Os irmãos Ruas, a esta altura já com a valiosa colaboração do sócio e irmão mais ve1ho, Carlos, não vacilam: são os primeiros a trazer os vários tipos de plásticos e tecidos sintéticos para Salvador. Em 1964, morre Antonio Ruas. Para dar continuidade à obra do pai, a Ruas Couros & Peles Ltda associa-se à Ruas & Cia Ltda., deslocando um dos seus sócios, Jayme, o qual, com sua visão e apoio financeiro da nova associada, realiza radical transformação, adaptando a "velha e pioneira" Casas Ruas aos tempos modernos e aos moldes que o comércio exigia.

Com o falecimento de Jayme, os sócios majoritários Joaquim e Carlos, de comum acordo, resolvem fazer uma alteração no contrato social, de modo a permitir que a cunhada entre na sociedade. Carlos se retira da empresa e transfere sua participação para sua esposa Luzia, vindo a falecer pouco tempo depois, mas tem a felicidade de ver em vida a entrada da terceira geração na sociedade. De comum acordo, os então sócios majoritários, Joaquim, Carlos e Helia (viúva de Jayme), cedem igualitariamente cotas para seus filhos, Jack, Luiz Carlos e Dora, respectivamente. Os anos 80 foram pontilhados por mudanças estratégicas que visaram dar continuidade ao sucesso alcançando pela primeira  e segunda gerações. Inaugura-se a quinta loja, gerenciada pelo sócio Antônio Avelar Filho. Hoje, a direção dos negócios da fami1ia está nas mãos de administradores modernos e eminentemente profissionais, netos do "velho" Antônio Ruas, sob os olhos argutos e experientes de Joaquim.
 
Determinação e Coragem: Marca registrada da família
 
A coragem e a garra dos  Ruas mantiveram-se fortes mesmo diante de tragédias que abalaram a Bahia: em 30 de abril de 1979, o sócio Manoel Pereira de Souza é brutalmente assassinado ao reagir a assalto na filial da Calçada, que gerenciava com dinamismo e competência. Em 1991, um gigantesco incêndio destrói parte do Centro Histórico do Comércio, transformando em cinzas a tradicional  Casas Ruas, justamente no ano em que completaria 70 anos de fundação. A determinação dos Ruas transforma a tragédia em estimulo para uma grande virada: numa homenagem ao patriarca Antônio, o Grupo Ruas parte para uma sexta loja, hoje gerenciada pelas sócias e filhas do "velho" pioneiro (Lourdes, Regina, Leopoldina e Claricinha. É por isso que hoje, quando alguém que conhece os velhos tempos quer se referir à saga vitoriosa desta fami1ia de desbravadores, resume tudo num titulo, como se fosse – e é – um titulo de honra ao mérito concedido pela história do mundo dos negócios na Bahia: DA CASIMIRA AO RESVESTIMENTO SINTÉTICO, DESDE 1921, UMA HISTÓRIA DE PIONEIRISMO E SUCESSO NO COMÉRCIO DE SALVADOR.

A rede franqueada Casas Ruas está presente em pontos estratégicos da grande Salvador, facilitando muito a vida de seus consumidores que sempre encontrarão uma Casas Ruas bem perto do seu itinerário. 
Além das tradicionais lojas do Taboão, Calçada  foi inaugurada em 1991 a Casas Ruas da Pituba, localizada na avenida mais moderna de Salvador - a Avenida Manoel Dias da Silva. Esta loja possui uma estrutura voltada para o atendimento VIP aos clientes, com um showroom exclusivo de pisos, persianas e revestimentos, além de um amplo estacionamento privativo. 
Visando sempre propiciar aos seus consumidores conforto e comodidade, foi aberta em 1996 a Casas Ruas da Estrada do Coco, localizada no Shopping Ponto Verde, permitindo que os seus clientes de Lauro de Freitas encontrassem toda a variedade de nossos produtos e a segurança e tranqüilidade de um shopping center.
Mas não paramos por aí. Para atender a quase 300 mil habitantes do Imbuí, Boca do Rio e adjacências, inauguramos no dia 07 de junho de 2004, a nova Casas Ruas do Imbuí no Shopping Caboatã. Nossa clientela encontrará o maior showroom de persianas e revestimentos sintéticos, além do conforto e segurança do melhor Shopping da região - com estacionamento para mais de 200 carros e a tranqüilidade de fazer suas compras das 09 às 20 horas.
Em todas as nossas lojas, além da tradicional linha de produtos que vai do ilhós aos materiais para estofamento, os clientes encontrarão persianas, pisos, colchões, espumas, plásticos, tecidos, carpetes, papéis de parede e mais de 3000 itens diversos.
A Casas Ruas mantém em todas as suas lojas a tradição, a credibilidade e o cuidado que fidelizam seus clientes desde 1921, nosso principal orgulho.
Por tudo isto, esperamos em breve a sua visita a uma de nossas lojas, onde você encontrará além da nossa tradição, o produto desejado e um atendimento especializado.


Conheça os endereços de nossas Lojas
 
  • Taboão - Rua do Taboão, nº 17. Tel: (71) 3241-5599 fax: 3241-1024
  • Pituba – Av. Manoel Dias da Silva, 379. Tel: (71) 3248-9944 / 2841
  • Estrada do Coco - Shopping Ponto Verde lojas 30/31. Tel: (71) 3378-1431
  • Imbuí - Rua dos Colibris 44, Shopping Caboatã, loja 1/ 2. Tel: (71) 3371-0316
 
 

Carregando...